Escolha uma Página
Várias vezes em formações e consultas, lido com a dúvida sobre o que é o Propósito de Vida ou com a frase “eu pensava que o propósito de vida era outra coisa”.

Na verdade podes estar a fazer uma ideia completamente errada sobre este conceito que tem tanto para te dar na tua vida e na tua realização pessoal.

Se estás comprometido com o teu Desenvolvimento Pessoal e Espiritual, pode ser interessante esclareceres-te sobre o conceito que dá título a este artigo.

Identifiquei estas 3 como sendo as principais ideias erradas que podes ter sobre Propósito de Vida.

1.ª IDEIA ERRADA – Confundires sistematicamente Propósito de Vida com Vocação Profissional ou concretizações meramente materiais.

O teu Propósito de Vida tem tudo a ver com a tua aprendizagem de vida. É a postura que te pede o Universo perante a maior parte dos teus desafios e que nem sempre consegues colocar “cá fora”. Pode ser sim a tua Vocação Profissonal, mas não no sentido de seres Médico, Empregado de Mesa, Empresário. É mais a forma como vais vivenciar essa profissão e como isso vai impactar na tua vida e na tua felicidade. Gostava de te dar um exemplo e peço-te que esqueças se gostas da pessoa ou não: o Leonardo DiCaprio. Achas que o Propósito de Vida dele é simplesmente ser actor e milionário? Ou será que o Propósito de Vida do Leonardo DiCaprio passa por, qualquer que fosse a sua profissão, passar uma mensagem global e criar pontes entre os interesses da sociedade em geral e as decisões dos poderosos? É interessante pensar nas pessoas por esta perspectiva, não é? Será que o Propósito de Vida do Gandhi era ser um líder religioso? Ou era, sendo um líder religioso, passar uma imagem de resistência e de fidelidade a ideiais democráticos? Isto sou eu a pensar enquanto escrevo. Experimenta fazer este exercício com a tua vida ou com a de alguém que conheças. Eu fiz esse exercício sobre o meu Avô Luís que já não está na dimensão terrena. O Propósito de Vida dele foi/é (porque perdura) muito provavelmente viver a vida com alegria e optimismo e deixar um exemplo de que mesmo quando cometemos erros na nossa juventude ou vimos de origens adversas, podemos sorrir para a vida e superar os obstáculos e ainda deixar um exemplo de coragem para a nossa família mais chegada.

2.ª IDEIA ERRADA – Acreditares que são as pessoas que te rodeiam ou que te amam que te vão revelar e validar o teu Propósito de Vida.

Obviamente que é importante teres apoio das pessoas que te rodeiam e que até elas podem ter mensagens para ti sobre o teu Propósito, mas tens de ser tu a assumires aquilo que desejas fazer e ser, e nunca é tarde para isso. Muitas vezes quando queremos viver num caminho de maior realização pessoal e profissional, os que estão ao nosso redor têm de passar por uma fase de adaptação, porque há uma mudança no nosso interior que se espelha no exterior. Com uma boa comunicação e auto-confiança consegues ultrapassar isto. Caso encontres resistências por parte de algumas pessoas, sugiro que procures 1 vez por semana aquilo que chamamos em Coaching de “Peer Group”, que nada mais é do que um grupo de pessoas que podem nada ter a ver entre si mas que estão ligados a ti de alguma forma, trazendo-te ânimo, ideias válidas e sobretudo com quem podes falar a mesma linguagem. Estas pessoas conhecem-te e conseguem dar-te as suas opiniões mais construtivas e marcantes para o teu percurso. Provavelmente não vais ser “íntimo” destas pessoas, mas podes falar com elas pontualmente por telefone ou email. Escolhe ouvir quem te liberta.

3.ª IDEIA ERRADA – Acreditares que há um tempo ideal para perceberes qual é o teu Propósito de Vida e que há momentos em que é demasiado tarde ou demasiado cedo.

Eu acredito que a Astrologia pode ajudar a perceber quais os melhores timings para arriscar, sim, mas quando vens de uma fase de estagnação, já o disse em Workshops, agarra esta NOTÍCIA DE ÚLTIMA HORA: o tempo ideal para saberes qual é e viveres o teu Propósito de Vida e fazeres acontecer algo é AGORA. Estás inclusivamente a ler este artigo, por isso convido-te a fazeres esta reflexão comigo…

O que mais amas fazer? Qual o teu maior talento? Qual a característica que sentes que se desenvolvesses mais em ti te faria mais feliz e mais capaz?

E agora perguntas-me tu: tanta conversa e afinal, o que é o Propósito de Vida? Na minha opinião, o Propósito de Vida é uma espécie de dádiva espiritual, o que vieste cá aprender e aprimorar, o que te fará dar um grande passo evolutivo, aquilo que por enquanto não aprendeste nem integraste na tua vida. Pode ser uma atitude perante a vida e os outros, mas será sempre, antes de tudo, uma atitude perante ti próprio. Pode ser (e aqui estou no domínio dos exemplos) algo como “teres um estilo de vida que te permita seres completamente independente financeiramente da tua família”. Repara, nem toda a gente tem questões financeiras, nem toda a gente tem questões amorosas para resolver. Encontrares o teu caminho depende também de deixares de querer ser igual aos outros ou de estares constantemente a apoiar os outros e a esqueceres-te de ti.

Eu diria ainda que a vivência do Propósito de Vida implica estares de bem com os 4 elementos.

ÁGUA – relacionamentos, família, amor-próprio, auto-estima/ TERRA – dinheiro, alimentação, sensação de pertença a um lugar/ FOGO – capacidade de agir, coragem, energia física/ AR – convívio social, amizades, diálogo e troca de ideias com os pares.

Se queres avaliar de forma mais aprofundada a tua vivência dos elementos neste momento de vida, lê o meu artigo 5 Minutos de Propósito&Prazer.

Espero que este artigo te tenha ajudado a pensares fora da tua caixa e mais dentro e perto da pessoa que és e queres ser.

Obrigada por leres!

Mais de Joana Amoêdo Leite sobre Propósito de Vida.

Consultas e Eventos com Joana Amoêdo Leite AQUI

Evento sobre Propósito de Vida AQUI (INSCRIÇÃO FEITA NO LINK PARA O SITE, ACIMA REFERIDO)