Escolha uma Página

sagitario3

SAGITÁRIO – signo solar dos nascidos aproximadamente entre 23 de Novembro e 21 de Dezembro (a verificação da hora de nascimento é de enorme importância para percebermos exatamente em que grau se encontra o Sol); signo regido pelo planeta Júpiter, modo mutável, polaridade masculina, elemento fogo.

sagitariovips

(na imagem algumas celebridades com o Sol em Sagitário: Tina Turner, Marisa Tomei, Jim Morrison, Brad Pitt)

Nota prévia para o leitor – este texto pretende ser uma informação sobre os pontos que caracterizam o signo de Sagitário e não substitui (de todo) uma consulta de Astrologia – todas as pessoas possuem o seu mapa natal baseado no dia, mês, ano, local e hora exata de nascimento e todo um contexto de vida; os signos solares e suas características não definem por si só quem somos.

Aprender com Sagitário é aprender a fazer do optimismo e do sentido de humor parte da nossa vida; ainda que por vezes desastrado na forma como fala, sabe aquecer e animar uma sala, uma viagem, um jantar, uma reunião de família. Dado a exageros engraçados e  piadolas, o Sagitário não se leva demasiado a sério e pode ser por vezes um pouco insensível na forma como nos procura animar.

sagitario2

O ponto forte desta energia jovial e alegre é a capacidade de olhar para o futuro e um certo desapego em relação ao passado (salvo excepções de mapas natais onde as tensões entre planetas e casas possam abalar esta capacidade). Tal como a seta que simboliza o Sagitário, a mensagem que passam é de que o caminho é para a frente e que tristezas não pagam dívidas – características próprias de uma energia mutável de fogo.

Pode ser terrivelmente cru na forma como dá a sua opinião, não primando pela paciência para ouvir desabafos intermináveis ou piegas.

A energia contagiante e positiva é sem dúvida a maior aprendizagem que podemos fazer com Sagitário, bem como o culto de um espírito aventureiro, dado a descobertas, estudos, viagens, expansão do pensamento, religião e suas questões filosóficas.

sagitario6

O seu regente Júpiter relaciona-se com as crenças, a capacidade de cultivar fé, conhecimentos, estudos, expansão de horizontes e, obviamente, um optimismo e uma bonomia que num estado menos auto-consciente pode dar azo a exageros, excessos e alguma falta de sensibilidade para lidar com as fraquezas dos outros porque entende que estar bem é fácil para todos.

Se um Sagitário chegou à tua vida tenta perceber que há algo que deves aprender com ele: que a liberdade é imprescindível e que “abafá-lo” ou agarrá-lo constantemente lhe provoca uma sensação de sufoco; gosta de ter várias opções e não ficar limitado a um cenário ou a uma vida monótona. Nada como ter vários programas combinados, em locais diferentes e com pessoas à volta e cultivar sempre o sentido de humor e a capacidade de ver a vida pelo lado mais ingénuo e divertido.

sagitario4

Relembrando o Centauro, figura mitológica que está intimamente ligada a Sagitário, percebemos que a sua natureza não se coaduna com limites e prisão de movimentos, prefere correr livre e solto. Urge, no entanto, saber quando parar para pensar, refletir no futuro e nas suas acções e consequências…não está naturalmente programado para preocupações que considera inúteis. Esta ligação ao Centauro mostra-nos ainda que há um caminho a ser percorrido entre um polo mais animal e uma elevação espiritual e ética.

sagittarius

Sendo um signo influenciado pela energia de fogo não está livre de lidar com um lado algo colérico e intenso de provocação e mordacidade na forma como se dirige ao mundo e aos outros.

Pedir uma opinião a um Sagitário é estar preparado para receber os maiores incentivos, motivação, elogios e optimismo mas também uma ou outra frase que pode ser absolutamente surpreendente pela sua sinceridade nem sempre agradável de ouvir.

Assim sendo, podemos esperar deste arquétipo uma intensidade risonha, generosa, calorosa, divertida e sempre focada no futuro.

sagitariobanner1

Partilha com os teus amigos nascidos nesta fase do ano!

Desejo que a terceira fase do Outono te traga aconchego e conforto interior – reune os amigos, volta a estudar algo de que gostes, faz aquela pequena viagem que tanto queres (por mais pequena que seja) ou regressa às tuas práticas de fé e espiritualidade. O Universo está à escuta!

Acima de tudo nunca esqueças que teres fé é colocares em prática de forma sistemática aquilo em que acreditas.

Sê feliz!

Joana Amoêdo Leite

Bibliografia usada:

BURT, Kathleen. Arquétipos do Zodíaco. São Paulo, Pensamento. 1988.

CIRLOT, Juan Eduardo. Dicionário de Símbolos. Lisboa, Publicações Dom Quixote, 1999. (edição original: 1969).

MEDEIROS, João. A Carta. Lua de Papel, 2013, Lisboa.

RUDHYAR, Dane. Tríptico Astrológico. São Paulo, Pensamento. Sem data.